Importações em SC batem recorde em fevereiro de 2019

As importações em Santa Catarina cresceram 12,86% em fevereiro de 2019 na comparação com o mesmo período do ano anterior, chegando a US$ 1,3 bilhão em valores nominais. Esse é o maior patamar já registrado para o mês desde que a FIESC (Federação das Indústrias de Santa Catarina) deu início à série histórica. Já no cenário nacional, as compras externas recuaram em relação ao ano anterior (-12,4%), alcançando o patamar de US$ 12,61 bilhões.

No acumulado do ano (janeiro e fevereiro), Santa Catarina comprou um total de US$ 2,81 bilhões em produtos internacionais, 14,9% a mais do que o primeiro bimestre de 2018. Enquanto isso, a média brasileira não chegou aos 2% (1,4%). Números como esses mantêm o Estado como o terceiro maior importador do país, com uma participação de 9,7% no saldo total. Os produtos de média-alta tecnologia foram os que tiveram melhor desempenho, com uma alta 17,21%.

 

Principais parceiros da pauta de importações em Santa Catarina  

Com relação aos principais parceiros comerciais, a China segue na liderança. Cerca de 40% (39,48%) do total importado por Santa Catarina teve como origem o país asiático, um desempenho 24,02% superior ao do ano anterior. Logo na sequência aparecem Argentina (8,62% da pauta e crescimento de 41,89%), Estados Unidos (6,38% do total e crescimento de 12,78%), Chile (6,23% e crescimento de 3,14%) e Alemanha (4,58% e queda de 8,6%). Juntos, esses 5 países representam 65,3% da pauta importadora do Estado.

Em termos de produtos, os destaques foram o cobre refinado (apesar do recuo de 5,43% no ano em relação ao mesmo período de 2018, o cobre segue como o principal item importado), fios de filamentos sintéticos (+ 23,81% no período) e polímeros de etileno (-1,53%). Outros artigos com representatividade na pauta foram os revestimentos de ferros e os carros, que mostraram variações nas importações de 93,03% e 208,53% respectivamente.

A categoria de bens intermediários predomina na pauta importadora catarinense. Em fevereiro, sua participação no total das compras externas foi de 64,95%, uma variação de 14,8% em relação ao mesmo período de 2018. Em segundo lugar, apareceram os bens de consumo, com 25,07% das vendas e aumento de 17,56% no período. Já os bens de capital avançaram 5,85%, representando 9,56% das importações. Combustíveis e lubrificantes participam com 0,36% e registraram variação superior a 100%.

 

Resultado das exportações

Santa Catarina vendeu US$ 642,74 milhões em produtos para outros países em fevereiro de 2019, um valor 7,53% mais alto que o mesmo período de 2018. Este é o melhor desempenho para o mês desde 2014. No comparativo com janeiro, houve crescimento de 16,27%. As exportações brasileiras, por sua vez, apresentaram uma queda de 6,42% em fevereiro se comparadas ao mês anterior, alcançando o patamar de US$ 16,29 bilhões.

Considerando a representatividade na pauta de exportações de fevereiro, os principais parceiros comerciais foram os Estados Unidos (15,27% de participação), a China (11,94%) e a Argentina (6,15%). Já em relação aos produtos exportados , os destaques foram a carne de aves, a carne suína e a soja.

Procurando apoio para os processos de importação ou exportação? Conte com os serviços da Ativo Soluções em Comércio Exterior. Com 18 anos de atuação, estamos preparados para assessorar sua empresa em todos os aspectos ligados à compra e venda de produtos no exterior. Entre em contato conosco.

 

importações em SC